quinta-feira, 3 de abril de 2014

Cadastro Nacional de Adoção vai receber inscrições de casais estrangeiros

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou no último dia 24, segunda-feira, mudança que tornará mais fácil a adoção de crianças brasileiras por casais estrangeiros. A partir de agora, o Cadastro Nacional de Adoção (CNA) - por onde são feitos os processos de adoção no Brasil - estará aberto também a pretendentes estrangeiros. Em todo país, há 30.424 pretendentes para a adoção de 5.440 crianças e adolescentes até 17 anos cadastrados (3.081 meninos e 2.359 meninas).
Há, segundo o cadastro, oito crianças com menos de um ano, em busca de uma família. O número cresce à medida que a idade avança. No outro lado da tabela do CNA, há 567 pessoas com 17 anos esperando serem adotados e 628, com 16 anos. Do total de crianças e adolescentes cadastrados, 2.588 são pardos; 1.762 brancos; 1.033 negros; 31 indígenas; e 25 de raça amarela (oriental-asiática). Dos mais de 30 mil pretendentes cadastrados, 8.995 (29,57% do total) dizem querer "somente" crianças brancas, enquanto 511 (1,68%) dizem querer "somente" crianças negras.
Fonte: EBC

Nenhum comentário:

Postar um comentário

No Dia Mundial da Saúde, uma homenagem aos profissionais que atuam no cuidado da população

Os profissionais de saúde estão na linha de frente da batalha diária travada nos hospitais, clínicas e postos de atendimento, desempenhan...