terça-feira, 7 de abril de 2020

No Dia Mundial da Saúde, uma homenagem aos profissionais que atuam no cuidado da população

Os profissionais de saúde estão na linha de frente da batalha diária travada nos hospitais, clínicas e postos de atendimento, desempenhando papel fundamental no cuidado à população. Neste Dia Mundial da Saúde, e em meio à pandemia de Coronavírus que aflige o mundo, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) reforça as homenagens a esses trabalhadores, que muitas vezes colocam a própria vida em risco para cuidar do outro. 
Em 2020, a data faz uma alusão especial aos profissionais de enfermagem e obstetrícia. O intuito é reconhecer e valorizar o papel das enfermeiras (os) e parteiras em todo o mundo, bem como defender mais investimentos para esses profissionais e melhorar suas condições de trabalho, educação e desenvolvimento. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esses trabalhadores são vitais na prestação de serviços em todos os níveis de atenção, contribuindo de forma crucial para a promoção da saúde e prevenção de doenças. Em muitas partes do mundo, os profissionais de enfermagem e obstetrícia constituem o primeiro e, às vezes, o único recurso humano em contato com os pacientes, e o investimento nessa área tem um efeito profundo na saúde global e no bem-estar.   
Nesse sentido, ao longo do ano, a OMS e parceiros farão uma série de recomendações para fortalecer o trabalho da enfermagem e da obstetrícia. Com isso, espera-se atingir metas nacionais e globais relacionadas à cobertura universal de saúde, saúde materna e infantil, doenças infecciosas e não transmissíveis, incluindo saúde mental, preparação e resposta a emergências, segurança do paciente e entrega de serviços integrados e centrados no cuidado ao paciente, entre outros. Segundo a OMS, o mundo precisa de mais 9 milhões de enfermeiras(os) e parteiras para atingir a meta de cobertura universal de saúde até 2030. Nas Américas, a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) destaca que são necessários 800 mil profissionais de saúde a mais, incluindo pessoal de enfermagem e obstetrícia.  
Este 7 de abril, é, portanto, uma oportunidade para refletir sobre a importância desses e de tantos outros trabalhadores envolvidos no cuidado em saúde, que dedicam seus dias e noites a salvar vidas, prestando assistência a quem precisa.  

A EQUIPE DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE VIÇOSA/RN SE REÚNE PARA DISCUTIR E DIVULGAR O REALINHAMENTO DAS FORMAS DE ATENDIMENTO AO PÚBLICO PARA OS PRÓXIMOS DIAS

A equipe técnica da Secretaria Municipal de Assistência Social do município de Viçosa realizou neste ultimo dia 07 de abril terça-feira uma reunião para o realinhamento das formas de atendimento a população nesse período de isolamento social em virtude do novo Coronavírus.
Na ocasião a equipe buscou discutir meios para atender a população nesse momento de extremo cuidado e prevenção ao COVID-19. A gestora da SEMTHAS Dalva Vieira participou da reunião através da internet onde na ocasião pediu que a equipe buscasse informar os serviços que ora estão sendo ofertados como também as orientações a população que precisa de acordo com a real necessidade. Os atendimentos serão feitos via Telefone, E-mail, Whatsapp, Instagram ou de forma presencial agendada, das 07 às 17 de segunda-feira a sexta-feira pelos seguintes contatos:

Gestora: 9.9971-2384 (Dalva Vieira);
Telefone fixo do CRAS: 3376-0136
Coordenação do CRAS - 9.9623-7174 (Erica Juliana);
Cadastro Único e Bolsa Família: 9.9849-5824 (Danilo Max);
Coordenação do Leite – 9-96561953 (Mara Sabino).

A equipe da Assistência Social pede a compreensão de todos no sentido de utilizarem esses canais de comunicação apenas em casos de real necessidade. Nossas equipes atenderão as situações e demandas da população de maneira remota, avaliando a necessidade de atendimento presencial, o qual será agendado apenas nos casos mais graves e inadiáveis.

PREFEITURA MUNICIPAL DE VIÇOSA/RN E ASSISTÊNCIA SOCIAL REALIZAM A ENTREGA DE CESTAS BÁSICAS DO PROMAF PARA POPULAÇÃO DURANTE QUARENTENA


A Prefeitura municipal de Viçosa/RN e a Secretaria Municipal de Assistência Social, em mais uma ação de combate ao coronavírus, realizou neste ultimo dia 03 de abril sexta-feira a distribuição de cestas básicas do PROMAF para todos os beneficiários.  A entrega foi feita pelos servidores da SEMTHAS e foi realizada por rua e de porta a porta para evitar assim a aglomeração de pessoas obedecendo às normas do Ministério da Saúde e assim evitar a proliferação do vírus COVID-19. A equipe técnica que realizou a entrega tomando todos os cuidados de higiene, desinfecção das cestas básicas, além do uso de alguns materiais de proteção individual como luvas, mascaras e álcool gel, que foram utilizados durante a entrega. “A Assistência Social através do PROMAF quer ajudar as pessoas neste momento de quarentena em que as mesmas não podem sair de casa em virtude do isolamento social”, destacou a gestora da SEMTHAS, Dalva Vieira.

















sábado, 4 de abril de 2020

Auxílio emergencial: quem terá direito e como vai funcionar a ajuda de R$ 600 para trabalhadores informais

O presidente Jair Bolsonaro sancionou no dia 1º de abril um auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais por três meses em razão da pandemia do coronavírus. A mulher que for mãe e chefe de família poderá receber R$ 1,2 mil por mês. Na quinta (2), a lei que institui o auxílio foi publicada no Diário Oficial da União (DOU).
Terão direito ao benefício, que será pago por até três meses, trabalhadores informais, desempregados, MEIs e contribuintes individuais do INSS, maiores de idade e que cumpram requisitos de renda média (veja abaixo).
Quando começa o pagamento?
Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, os pagamentos devem começar no dia 16 para os beneficiários do Bolsa Família. Os demais grupos devem receber mais tarde, na seguinte ordem:
- trabalhadores informais que recebem o Bolsa-Família
- informais que estão no Cadastro Único (banco de dados onde o governo federal tem registrados os nomes das pessoas de baixa renda habilitadas a receberem benefícios sociais)
- microempreendedores individuais (MEIs) e contribuintes individuais do INSS
- informais que não estão em cadastro nenhum
A Caixa Econômica Federal deve divulgar um calendário de pagamentos na semana do dia 6 de abril.
Quem tem direito?
O benefício será pago a trabalhadores informais, desempregados e MEIs.
Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo:
- ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
- estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;
- cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;
- ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.
Além disso, todos os beneficiários deverão:
- ter mais de 18 anos de idade;
- ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);
- ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;
- não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.
A mulher que for mãe e chefe de família, e estiver dentro dos demais critérios, poderá receber R$ 1,2 mil (duas cotas) por mês.
Na renda familiar, serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.
Se, durante este período de três meses, o beneficiário do auxílio emergencial for contratado no regime CLT ou se a renda familiar ultrapassar o limite durante o período de pagamento, ele não deixará de receber o auxílio.
O texto aprovado no Congresso previa cancelamento do benefício caso a pessoa deixasse de cumprir os critérios listados acima. Porém, o Palácio do Planalto vetou esse ponto. Segundo o governo, isso iria "contrariar o interesse público" e gerar um esforço desnecessário de conferência, mês a mês, de todos os benefícios que estarão sendo pagos.
Quem não tem direito?
O auxílio não será dado a quem recebe benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família.
No caso do Bolsa Família, o beneficiário poderá optar por substituir temporariamente o programa pelo auxílio emergencial, se o último for mais vantajoso.
É preciso estar inscrito no CadÚnico?
O trabalhador de baixa renda não precisará estar inscrito no CadÚnico para receber o benefício – será necessário apenas cumprir com o limite de renda média.
O CadÚnico vai auxiliar na verificação dessa renda para quem está inscrito – para que não está, a verificação será feita por meio de autodeclaração em plataforma digital.
Como pedir o benefício? Já é possível se inscrever?
Para os beneficiários do Bolsa Família (que já estão inscritos no Cadastro Único), o benefício será pago de forma automática.
Os trabalhadores que não recebem o Bolsa Família, mas estão no CadÚnico, assim como os MEIs e contribuintes individuais do INSS, também não precisarão se inscrever. O governo irá identificar quem, dentre esses, tem direito ao benefício e vai operacionalizar o pagamento por meio da Caixa Econômica Federal.
Já os informais que não estão em nenhum desses cadastros deverão se registrar por meio de um aplicativo que será liberado pelo Ministério da Cidadania a partir de terça-feira (7). Será disponibilizado também um telefone para o cadastro. Segundo o ministro Onyx Lorenzoni, será possível também fazer o registro em agências.
Trabalhadores que já estão nos cadastros do governo mas que não sabem disso e venham a tentar fazer o credenciamento por qualquer dos meios anunciados, vão ser informados de que não precisam do registro.
De que forma será feito o pagamento?
Segundo o ministro Onyx Lonrenzoni, o dinheiro será creditado em conta bancária, ou o beneficiário receberá uma autorização para fazer o saque nas lotéricas.
Limites
O projeto estabelece ainda que só duas pessoas da mesma família poderão acumular o auxílio emergencial.
Será permitido a duas pessoas de uma mesma família acumularem benefícios: o auxílio emergencial e o Bolsa Família. Se o auxílio for maior que a bolsa, a pessoa poderá fazer a opção pelo auxílio.
Quanto tempo deverá durar o auxílio?
No anúncio da semana passada, o governo estimou que o benefício deverá durar 3 meses ou até o fim da emergência do coronavírus no país. O relator do projeto aprovado na Câmara, Marcelo Aro (PP-MG), disse que a validade do auxílio poderá ser prorrogada de acordo com a necessidade.
Impacto na economia
A previsão do governo federal é que o auxílio deverá injetar R$ 5 bilhões por mês na economia, ou seja, cerca de R$ 15 bilhões em todo o período estimado.
O dinheiro sairá dos cofres da União, que ganhou fôlego após a aprovação do estado de calamidade pública, que permite ao governo descumprir a meta fiscal de 2020, que seria de déficit de R$ 124 bilhões, e agora poderá se endividar mais.

Fonte: Blog Nossa Riacho de Santana.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

PREFEITURA DE VIÇOSA/RN FEZ A AQUISIÇÃO DE TERMÔMETRO À LASER PARA A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

A Prefeitura Municipal de Viçosa/RN, fez a aquisição de dois termômetros a laser para dar mais suporte e segurança para os profissionais que trabalham nos atendimentos de saúde do município. Esse equipamento permite que os profissionais verifiquem a temperatura corporal dos pacientes, sem que haja muito contato físico. Essa ação tem objetivo principal garantir que os profissionais de saúde e pacientes estejam protegidos e facilitar o trabalho evitando a contaminação nesse período de pandemia do COVID-19. As entregas foram feitas nesta quinta-feira, 02 de abril, pela Secretária de Saúde Vanda Campos, sendo entregue um para a Unidade de Saúde e outro pra UBS Braz de Souza Barra.
É importante destacar que a gestão municipal não tem medido esforços para bloquear a entrada deste vírus no município.
A SEMTHAS através da Secretária Dalva Vieira e todos os profissionais da Assistência Social buscam todos os dias garantir que a população esteja bem informada de todas as ações referentes a esse momento de isolamento social em virtude do novo coronavírus, seja com informações impressas, seja pelo telefone ou pelas mídias sociais. 

quarta-feira, 1 de abril de 2020

CONHECIMENTO E DEFINIÇÃO DO TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO (TEA)


A Prefeitura Municipal de Viçosa a Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação, Meio Ambiente e Assistência Social – SEMTHAS e o Centro de Referência de Assistência Social - CRAS em alusão ao Abril Azul mês de conscientização do Autismo vem por meio deste divulgar informações educativas sobre a temática.
O autismo oficialmente denominado como Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) – é uma condição de saúde caracterizada por déficit na comunicação social, o autista apresenta uma deficiência na socialização, comunicação verbal e não verbal, e no comportamento. Há muitos subtipos do transtorno.  O mesmo é tão abrangente que se usa o termo “espectro”, pelos diversos níveis de comprometimento.
Dentro dos subtipos há desde indivíduos com outras enfermidades e condições associadas (comorbidades), como deficiência intelectual e epilepsia, até pessoas independentes, com vida social normalmente ativa sem prejuízos de suas capacidades, algumas nem sabem que são autistas, pois não tiveram diagnóstico.
É importante ressaltar que o diagnostico só pode ser elaborado através de consulta ao especialista no diagnóstico de autismo.
Tratamento e sinais
Alguns sinais de autismo já podem aparecer a partir de um ano e meio de idade, até mesmo antes em casos mais graves. Sintomas como irritabilidade, agitação, autoagressividade, hiperatividade, impulsividade, desatenção, insônia, entre outros. É necessário que as famílias sempre estejam atentas e se caso houver uma suspeita, os responsáveis familiares busquem de imediato profissionais especializados no assunto. É importante iniciar o tratamento o quanto antes pois assim maiores são as possibilidade de melhorar a qualidade de vida da pessoa.
O tratamento psicológico apresenta uma grande eficácia, segundo a Associação Americana de Psiquiatria, é a terapia de intervenção comportamental — aplicada por psicólogos, além disto, a dinâmica do tratamento é personalizada e interdisciplinar, ou seja, além da psicologia, os pacientes podem passar pelas intervenções da fonoaudiologia, terapia ocupacional, entre outros profissionais. O tratamento deverá ser adequado as necessidades individuais de cada autista.



PREFEITURA DE VIÇOSA/RN E SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE NO COMBATE AO COVID-19


A Prefeitura Municipal de Viçosa, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou hoje, 01 de abril de 2020, a pulverização dos principais pontos da cidade com hipoclorito de sódio.  Essa ação tem como objetivo o combate e a disseminação do COVID 19.
Esta é uma das formas que a gestão municipal encontrou para ajudar na disseminação do Coronavírus.  A borrifação teve ínicio nas praças e posteriormente nas ruas e tem como meta atingir 100% do município.
Viçosa até hoje não apresentou nenhum caso, mas Prefeitura se mantém vigilante para evitar COVID 19.
A população também pode ajudar nessa batalha apenas ficando em casa.





DIA 1º DE ABRIL DIA D MUNICIPAL DE COMBATE AO MOSQUITO AEDES AEGYPTI EM VIÇOSA/RN


Hoje dia 1º de abril é o dia D municipal de combate ao mosquito Aedes Aegypti no município de Viçosa. Na oportunidade a Secretaria de Assistência Social vem convocar toda a população para que nesse período de chuva e calor sejamos responsáveis para eliminar todo e qualquer recipiente que possa acumular água. Devemos tomar cuidado com as embalagens de alimentos, latas e garrafas para que no período das chuvas eles não se tornem possíveis criadouros do Aedes. Precisamos de todos para vencer essa batalha contra esse mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Com caráter educativo, esta ação nesse dia visa permitir também que a população possa intensificar a conscientização para a importância de erradicar os criadouros do mosquito Aedes.

A SEMTHAS REALIZA A ENTREGA DO LEITE PARA OS BENEFICIÁRIOS

No final da tarde desta quarta-feira dia 01 de abril foi realizado a entrega do Leite Potiguar. A entrega foi realizada por Francisca Itamária que na oportunidade higienizava os pacotes borrifando hipoclorito, como também disponibilizou dois lavatórios com água e sabão, papel toalha e álcool em gel para os usuários. Para as entregas, foram feitas marcações de um metro e meio como forma de prevenção e a entrega feita a cada 6 pessoas. A forma de aviso para o recebimento estava sendo feita através de ligações. Para finalizar o beneficiário ainda recebia panfletos sobre informações de prevenção sobre o covid 19. 








Auxílio de R$ 600 a trabalhadores informais e autônomos ainda não está disponível para saque

Projeto de Lei aprovado pela Câmara precisa ser referendado pelo Senado e sancionado pelo presidente da República. Pagamento deverá ser feito principalmente pela rede de atendimento da Caixa Econômica Federal



Um auxílio de R$ 600 para trabalhadores informais e autônomos, estabelecido pelo Governo Federal, foi aprovado na noite de quinta-feira (27.03) pelo Congresso Nacional. O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, informou em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, na tarde da sexta-feira (28.03), que a proposta passará por mais duas fases de tramitação. São elas: aprovação do texto no Senado Federal, com previsão de votação nesta segunda-feira, 30.03. e sanção do Presidente da República Jair Bolsonaro. Em seguida, haverá um decreto assinado pelo presidente Bolsonaro e pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, autorizando a Caixa a fazer o pagamento. 

A operacionalização dos pagamentos ainda está sendo definida. Até o fim de todos os trâmites, o auxílio não estará disponível para saque. O presidente da Caixa salientou na coletiva: “Se alguém for hoje até uma agência ou lotérica não conseguirá sacar esse benefício”. 

Quando aprovado e sancionado, o pagamento deve ser feito via agências e lotéricas da Caixa Econômica Federal e por meio digital (site ou aplicativo). 

A proposta 

A estimativa é de que o valor beneficie mais de 24 milhões de brasileiros. A medida foi incorporada ao Projeto de Lei nº 9.236/17 e é mais uma iniciativa conjunta do Executivo com o Legislativo para minimizar os danos sociais provocados pela pandemia do Covid-19. 

Assessoria de Comunicação – Ministério da Cidadania

EQUIPE DO CRAS GRAVA VÍDEO CONFECCIONANDO MASCARAS DESCARTÁVEIS COM PAPEL TOALHA E ELÁSTICO

Na tarde desta segunda-feira dia 30 de março, a equipe do CRAS gravou um vídeo explicativo ensinando as pessoas a confeccionarem mascaras utilizando materiais que a equipe tem em casa. Essa ação é importante, pois funciona como medida alternativa em situações de emergências, quando falta mascaras para comprar. A apresentação do vídeo foi feita pelo whatsapp através de vídeo chamadas para os usuários e o vídeo gravado foi disponibilizado nas redes sócias. O principal objetivo é fazer com que as pessoas evitem ao máximo o contato com o vírus do COVID-19 com medidas simples como, lavar as mãos com água limpa e sabão, o uso do álcool em gel, como também o uso das mascaras descartáveis confeccionadas. O vídeo foi apresentado por Rejane Andrade e Francisca Itamária, gravado e dirigido pelo orientador social da SEMTHAS Elizaias Tavares.



Confiram o vídeo:



EQUIPE TÉCNICA DA ASSISTÊNCIA APRESENTA PROGRAMA DE RADIO SOBRE ISOLAMENTO SOCIAL E AUXILIO EMERGENCIAL


Nesta Segunda-feira dia 30 de março a equipe da Assistência Social de Viçosa/RN apresentou mais um programa Assistência em Foco na FM da PAZ. O tema central do programa foi Isolamento Social uma medida segura para enfrenta a pandemia do COVID-19 entre outros assuntos. O programa foi apresentado por Danilo Max e Elizaias Tavares, que disseram para os ouvintes que o isolamento social ocorre quando um grupo ou um indivíduo, seja de forma involuntária ou voluntária, afasta-se, evita o contato ou a interação, ou é privado pelos demais de ter contato ou de manter relações com esse grupo, sendo excluído do ambiente comum. Os apresentadores deram dicas para as pessoas se manterem em casa como também destacaram os canais e as formas de atendimentos e trabalhos feitos pela equipe da SEMTHAS.
Na oportunidade também falaram sobre o auxilio emergencial entre outros assuntos também importantes. Para finalizar a equipe fez um apelo para que as pessoas fiquem em casa nesse momento em que o mundo todo vive situação de emergência inesperada. Temos de pensar que somos todos responsáveis para conter a propagação do vírus destacou os apresentadores no Programa Assistência em Foco.

TÉCNICOS DA SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE VIÇOSA/RN REALIZAM BATE PAPO SOBRE O MOSQUITO AEDES AEGYPTI USANDO A REDE SOCIAL FACEBOOK

Na tarde desta sexta-feira dia 27 de março, parte da equipe de técnicos da SEMTHAS de Viçosa/RN, realizaram uma live pelo facebook (rede social), com o objetivo de levar mais informações sobre COVID-19 e principalmente sobre os cuidados com o mosquito Aedes Aegypti nessa época do ano. A equipe usou a rede social como ferramenta para chegar mais perto dos usuários dos serviços da Assistência Social mesmo em meio ao isolamento social, que são normas dos órgãos da saúde para evitar a propagação do covid-19. Participou da live, o orientador social dos grupos da assistência social Elizaias Tavares, Douglas Vasconcelos Psicólogo do CRAS, e as Assistentes Sociais Glêdcia Melo e Helane Maia.  Na ocasião os técnicos destacaram a importância dos cuidados com a higiene da casa e do quintal e em especial dos depósitos que acondicionam água, como também as formas de evitar a proliferação do mosquito nas casas.
Vale destacar que mesmo em isolamento ou distanciamento social a equipe continua trabalhando buscando formas de manter o contato com seus usuários seja por telefone, chamadas de vídeo, lives, conferencias entre outros meios, obedecendo sempre as normas de segurança mesmo o nosso município não tendo casos suspeitos de COVID-19.
Essa ação tem como proposta da gestão municipal mostrar para a população que mesmo em tempos de coronavírus, não devemos esquecer as outras endemias como Dengue, Zica, Chikungunya e Febre Amarela que podem trazer prejuízos significativos para a população.

O vídeo na integra você encontra na pagina oficial da SEMTHAS. Confira aqui: https://www.facebook.com/SEMTHASVicosaRN/  

sexta-feira, 27 de março de 2020

REDOBRE OS CUIDADOS CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS

Se os efeitos do novo coronavírus (COVID-19) ainda são um mistério no país, a dengue, velha conhecida dos brasileiros, mostra sua força.
Há mais notificações da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti no Brasil do que confirmações de casos do coronavírus no mundo.
Frente à ameaça das duas epidemias, infectologistas alertam sobre os cuidados que devemos ter para combater o Aedes Aegypti.
É humano, demasiadamente humano, que doenças até então desconhecidas e que surgem com fama de mortais causem apreensão, curiosidade e cuidados.
Já tem gente usando máscara hospitalar como se fosse adereço chique.
Que tal voltarmos o nosso olhar para um inimigo e velho conhecido chamado “Aedes Aegypti”?
O mosquito continua voando por nossas cidades e casas fazendo novas vítimas.
E ai vem a pergunta: O que estamos fazendo?
O mosquito transmissor vive na nossa casa. Não podemos esperar que os órgãos públicos tomem conta das nossas casas.
Por isso a Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação, Meio Ambiente e Assistência Social faz um alerta para os cuidados que devemos ter em relação ao mosquito Aedes aegypti vetor de diversas doenças causadas por vírus, como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Informações importantes

Ao picar uma pessoa doente, o mosquito é infectado e pode transmitir a doença a uma pessoa sadia. No entanto, alguns estudos mostram que há casos de mosquitos que já nascem infectados pelo vírus da dengue, o que pode desencadear um grande problema de saúde pública.

Dengue

·      Sintomas: na dengue clássica, o indivíduo apresenta febre alta, dores musculares e articulares, dores na cabeça e nos olhos, fotofobia (aversão à luz), inflamação na garganta, manchas avermelhadas e coceira na pele.
Na dengue hemorrágica, após a fase febril, os sintomas agravam-se, ocorre a queda da pressão arterial, aumento do tamanho do fígado e hemorragias, principalmente na gengiva e intestino.
Os sintomas variam entre os indivíduos infectados e, no caso da dengue clássica, podem desaparecer dentro de uma semana. O acompanhamento médico é essencial para verificar o agravamento da doença.
Chikungunya
·         Sintomas: apresenta em seu quadro clínico febre alta, cefaleia (dor de cabeça), mialgia (dor nos músculos), dor lombar, náuseas, vômitos, conjuntivite e calafrios. No início, pode ser confundida com as demais doenças causadas pelo Aedes aegypti, principalmente a dengue, no entanto, causa fortes dores nas articulações, que podem perdurar por meses.
·         Sintomas: O indivíduo apresenta febre baixa, conjuntivite não purulenta, dor de cabeça, vômitos, diarreia, dor abdominal e dor e inflamação nas articulações menos intensas que as ocasionadas pela chikungunya.
Os sintomas desaparecem em até sete dias. Deve-se ter uma atenção especial em relação à zika, pois ela está relacionada com casos de microcefalia em recém-nascidos e com o desenvolvimento da síndrome de Guillain-Barré, além de outras complicações neurológicas.

Febre amarela
·         Sintomas: Os principais sintomas são febre, indisposição, vômito, dor no estômago e lesões no fígado, o que torna a pele amarelada (icterícia). No entanto, pode apresentar-se de forma branda e, até mesmo, assintomática.
Tratamento: Se o indivíduo apresentar os sintomas dessas doenças, é importante procurar atendimento médico para avaliação, acompanhamento e tratamento adequado. Geralmente o tratamento consiste em hidratação, repouso e em medicações que aliviam os sintomas. No entanto, principalmente nas formas mais graves das doenças, pode ser necessária a internação e um tratamento mais intensivo, pois essas doenças podem causar a morte.

Prevenção: A melhor forma de prevenção é o combate ao mosquito. Para isso, é necessário eliminar todos os focos de água parada, pois este é o ambiente onde o mosquito reproduz-se. Repelentes, uso de roupas de mangas compridas e calças, além da colocação de telas nas casas, podem evitar a ação dos mosquitos.

Prevenção/Proteção
  • Utilize telas em janelas e portas, use roupas compridas – calças e blusas – e, se vestir roupas que deixem áreas do corpo expostas, aplique repelente nessas áreas.
  • Fique, preferencialmente, em locais com telas de proteção, mosquiteiros ou outras barreiras disponíveis.
Cuidados
  • Caso observe o aparecimento de manchas vermelhas na pele, olhos avermelhados ou febre, busque um serviço de saúde para atendimento.
  • Não tome qualquer medicamento por conta própria.
  • Procure orientação sobre planejamento reprodutivo e os métodos contraceptivos nas Unidades Básicas de Saúde.
Informação
  • Utilize informações dos sites institucionais, como o do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais e municiais de saúde.
  • Se deseja engravidar: busque orientação com um profissional de saúde e tire todas as dúvidas para avaliar sua decisão.
  • Se não deseja engravidar: busque orientação médica sobre métodos contraceptivos.
·         O Aedes aegypti é um mosquito doméstico. Ele vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer. A reprodução acontece em água limpa e parada, a partir da postura de ovos pelas fêmeas. Os ovos são colocados e distribuídos por diversos criadouros.
·         Em menos de 15 minutos é possível fazer uma varredura em casa e acabar com os recipientes com água parada – ambiente propício para procriação do Aedes aegypti. Veja as principais orientações:

Cuidados dentro das casas e apartamentos

  • Tampe os tonéis e caixas d’água;
  •  Mantenha as calhas sempre limpas;
  •  Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  •  Mantenha lixeiras bem tampadas;
  •  Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  •  Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  •  Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  •  Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Área externa de casas e condomínios

  • Cubra e realize manutenção periódica de áreas de piscinas e de hidromassagem;
  •  Limpe ralos e canaletas externas;
  •  Atenção com bromélia, babosa e outras plantas que podem acumular água;
  •  Deixe lonas usadas para cobrir objetos bem esticadas, para evitar formação de poças d’água;
  •  Verifique instalações de salão de festas, banheiros e copa.

Denuncie focos do Aedes aegypt

Quando o foco do mosquito é detectado e não pode ser eliminado pelos moradores, como em terrenos baldios ou lixo acumulado na rua, a Secretaria Municipal de Saúde de sua cidade deve ser acionada para remover os possíveis criadouros.

Organize um mutirão de combate ao Aedes aegypti

A mobilização da sociedade é fundamental para vencer a luta contra o mosquito. Convoque sua família e seus vizinhos para essa batalha.
ATENÇÃO 
Não esqueça que o Aedes Aegypti também pode matar e já esta no meio de todos nós há muito mais tempo.


No Dia Mundial da Saúde, uma homenagem aos profissionais que atuam no cuidado da população

Os profissionais de saúde estão na linha de frente da batalha diária travada nos hospitais, clínicas e postos de atendimento, desempenhan...