quinta-feira, 15 de fevereiro de 2024

DIA INTERNACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER INFANTIL

A Secretaria Municipal do Trabalho, Habitação, Meio Ambiente e Assistência Social - SEMTHAS e o Centro de Referência e Assistência Social - CRAS destacam a importância do combate ao câncer infantil, trazendo algumas informações para conscientização da sociedade como um todo.


Na infância, os tipos mais comuns de câncer são: leucemias (câncer da medula óssea), linfomas (câncer do sistema linfático) e tumores de sistema nervoso central. No Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA) são registrados 12 mil novos casos de câncer infantil ao ano.

COMO EXPLICAR PARA UMA CRIANÇA O QUE É CÂNCER?

Você pode falar, por exemplo, que o câncer é uma doença que surge dentro do próprio corpo, e que não é transmissível ou contagiosa, como uma gripe ou um resfriado. Explique que essa doença vai enfraquecendo o corpo e que pode provocar algumas mudanças (como a queda de cabelo).

SINTOMAS


DIAGNÓSTICO PRECOCE
  • Detectar o câncer é um desafio. Por isso, o responsável deve estar atento a todos os sinais e procurar um médico ao constatar um ou mais sinais:
  • Febre persistente sem causa identificada;
  • Manchas roxas sem machucados visíveis ou sangramento inexplicável (boca, nariz, ouvido e ânus);
  • Aumento do volume abdominal ou dores constantes na barriga;
  • Perda de peso;
  • Íngua com crescimento progressivo;
  • Crescimento dos olhos ou conjuntivite crônica;
  • Dores nos ossos e nas juntas, com ou sem inchaços;
  • Anemia inexplicável ou palidez acentuada;
  • Vômitos acompanhados de dores de cabeça, diminuição da visão ou perda de equilíbrio;
  • Reflexo branco na pupila ao incidir a luz (olho de gato).

O primeiro passo após a identificação dos sinais é procurar um médico para que sejam feitos os exames e assim chegar logo ao diagnóstico. Ademais, reduzir a taxa de mortalidade infantil das crianças portadoras de câncer através de um tratamento prematuro só é possível através da detecção da doença na fase inicial. Por isso, o diagnóstico precoce e correto é fundamental, elevando as chances de cura dos pacientes em 70% dos casos.

#QUANTO MAIS CEDO A CRIANÇA FOR DIAGNOSTICADA, MAIS EFICAZ SERÁ O TRATAMENTO E MAIORES AS CHANCES DE CURA.

Fontes:

Associação de Combate ao Câncer de Goiás

Escola Paulista de Medicina

Hospital Pequeno Príncipe – Curitiba

Instituto Nacional de Câncer (INCA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ENCONTRO DO GRUPO DE IDOSOS "CIDADE VERDE"

O Centro de Referência de Assistência Social promoveu no dia 17 de abril de 2024, mais um encontro com o Grupo de Idosos “Cidade Verde”. Na ...