segunda-feira, 7 de setembro de 2015

7 de setembro - Independência do Brasil

Independência do Brasil é o feriado em que se celebra a emancipação brasileira do reino de Portugal, no dia 7 de setembro de 1822, data que ficou conhecida pelo episódio do "Grito do Ipiranga". A Independência do Brasil deu os primeiros passos às margens do riacho Ipiranga, hoje atual cidade de São Paulo. O Príncipe Regente Dom Pedro I gritou "Independência ou morte" e a partir desse momento o Brasil não era mais uma colônia de Portugal. Estava finalmente estabelecida a Independência do Brasil. Logo após a Independência, o Brasil passou a ser uma monarquia, uma forma de governo em que os poderes eram exercidos por um Imperador. Atualmente, no dia da Independência do Brasil as escolas promovem desfiles pelas ruas da cidade, enquanto os alunos cantam os hinos da Independência e do Brasil. As forças militares brasileiras – marinha, exército e aeronáutica – também fazem apresentações especiais ao público em homenagem a esta data.
História da Independência do Brasileira
Com as Revoluções na Europa, a família Real Portuguesa decidiu que seria melhor se mudarem para o Brasil. Assim, em 1808 a Corte Real desembarcou em terras brasileiras, decidindo que os portos brasileiros passariam a ser abertos para todas as nações do mundo. Este foi o primeiro grande passo para o desejo de independência do país. Porém, existiam diversos problemas e divergências entre os portugueses e brasileiros, como a escravidão, a luta territorial, as rebeliões, os privilégios da burguesia e etc. No final de agosto de 1822, depois de se deslocar para São Paulo com o propósito de apaziguar uma rebelião contra José Bonifácio, D. Pedro I resolveu romper os laços de união política com Portugal, mesmo com seu pai, o rei D. João VI, pedindo para que ele voltasse à Portugal imediatamente. Com a emancipação, D. Pedro I foi coroado Imperador do Brasil.

Hino da Independência do Brasil
Letra: Evaristo da Veiga
Música: D. Pedro I

Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil...
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo varonil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre

Ou morrer pelo Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MENSAGEM DA SECRETÁRIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DALVA VIEIRA NO DIA DO AMIGO

Amigo é aquele que ensina… Cuida de você. Zela pela sua vida. Quer ver você crescer. Até chora com você, que nos faz companhia. Amigo é...