quinta-feira, 28 de abril de 2016

Reunião do CMAS avalia programas e serviços da SEMTHAS

O Conselho Municipal de Assistência Social reuniu-se nessa quarta-feira, 27 de abril, para realizar apreciação e aprovação do plano de ação 2016 e do demonstrativo de 2015. Na ocasião, o conselho também verificou e avaliou a folha de beneficiários do PROMAF.  O Conselho Municipal de Assistência Social é um importante instrumento de controle social, em que a população tem o direito de conhecer e fiscalizar os programas e projetos do município. A Gestora da SEMTHAS, Dalva Vieira, esteve presente, tirou as dúvidas dos conselheiros e agradeceu pela participação de todos os membros do colegiado durante a execução dos serviços e programas da SEMTHAS.

 

Grupo de idosos "Cidade Verde"

Foi realizado nesta quarta-feira, 27 de abril, uma reunião bastante produtiva e cheia de emoção com o grupo de idosos “Cidade Verde”. Foi realizada a dinâmica de grupo “Quem eu sou?” favorecendo a interação entre eles e falando sobre as qualidades de cada participante. Os idosos passaram dizer o que achavam do seus colegas de grupo, esboçando assim seus sentimentos mais verdadeiros, e mostrando que temos que olhar para o outro e procurar ver as virtudes e não os defeitos. Também foi apresentado o projeto “Passei por aqui”, que visa resgatar as histórias vividas por eles em tempos passados, através de visitas em lugares que fizeram parte da história deles.










quarta-feira, 27 de abril de 2016

Grupo de Adolescentes discute Cultura

O grupo de adolescentes do SCFV da SEMTHAS, participou no dia 25 de abril de uma reunião sobre a cultura e juventude. Foi discutida a importância da identidade cultural que tem como alicerces as capacidades e os valores, no que somos capazes de compreender do mundo e no significado que damos às nossas vidas.

A equipe ressaltou que a cultura, em todos os seus aspectos, artísticos ou outros, tanto de criação, quanto de admiração e divulgação, tem como resultado o fortalecimento da identidade pessoal e social do indivíduo, bem como de integrá-lo em sua família e em sua comunidade, fornecendo-lhe, através do bem estar mental e social, condições de bem estar no mundo.



terça-feira, 26 de abril de 2016

Grupo de Idosos "Cidade Verde"

Foi realizado mais uma reunião com o grupo de idosos “Cidade Verde”, onde foi discutido sobre os valores que estão sendo passados atualmente para a juventude. A ideia da equipe da SEMTHAS era mostrar que através de uma atividade lúdica podemos criar situações em que todos debatam sobre um assunto. A equipe da SEMTHAS levou para eles uma dinâmica intitulada de “Bingo dos Valores”, onde eles mesmos sorteavam entre si valores morais que são importantes para eles. Os valores sorteados eram discutidos e em seguida era feito uma comparação entre os valores dos idosos e da juventude atual.



 

Grupo do BPC

A SEMTHAS através do CRAS realizou nessa segunda-feira, 25 de abril, uma roda de conversa com o “grupo do BPC”, na qual foi discutido o tema “Quando a gente ama é claro que a gente cuida: A Importância da Família no Cuidado”. Na ocasião refletiu-se que cuidar é perceber a outra pessoa como ela é, e como se mostra, os gestos e falas, sua dor e limitação. Logo em seguida, foi feita uma dinâmica “Quem eu sou faz a diferença”, onde os cuidadores expuseram seu cotidiano. Mostrou-se que a participação familiar contribui para o seguimento do tratamento e serve como fonte de apoio emocional nos momentos em que o usuário se sente impotente diante dos desafios advindos da doença.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

22 de Abril - Dia do Descobrimento do Brasil

O Dia do Descobrimento do Brasil é comemorado em 22 de abril, data em que os navegadores portugueses chegaram ao território brasileiro pela primeira vez no ano de 1500. O Dia do Descobrimento do Brasil é considerado um feriado nacional. Oficialmente, o descobridor do Brasil foi Pedro Álvares Cabral, mas o termo é usado apenas como referência, pois quando os portugueses chegaram o país já era habitado por várias comunidades indígenas. Estima-se que existiam no Brasil aproximadamente cinco milhões de índios naquela época. O encontro entre os portugueses e os índios foi um verdadeiro choque cultural. Eles ficaram curiosos com os objetos, animais, metais e com as roupas. No início, o objetivo dos portugueses era catequizar os índios, mas depois iniciou-se o processo de colonização do Brasil e extração das matérias-primas do país, como o pau-brasil, por exemplo, fazendo com que a comunidade indígena fosse fortemente escravizada.
Origem do Descobrimento do Brasil
O Brasil foi descoberto acidentalmente em 22 de abril de 1500, pela frota do navegador português Pedro Álvares Cabral. No entanto, alguns historiadores defendem que Cabral não teria sido o primeiro navegador a pôr os pés nas futuras terras brasileiras. Supostamente, em 1498, o comandante Duarte Pacheco Pereira teria atingido o litoral brasileiro na atual região norte, explorando parte das terras que pertencem aos estados do Pará e do Maranhão. Porém, essa descoberta teria sido guardada em segredo. Dois anos depois, Cabral partia em direção às Índias quando foi surpreendido com o litoral daquilo que futuramente seria o estado da Bahia.
Carta de Pêro Vaz de Caminha

Pêro Vaz de Caminha era o escrivão da frota de Pedro Álvares Cabral, e foi ele quem escreveu uma carta ao rei de Portugal, D. Manuel I, contando à Corte Portuguesa as belezas das terras de Vera Cruz, o nome que inicialmente deram ao Brasil. Na carta, Pêro Vaz de Caminha descreve a terra, os índios, a primeira troca de presentes entre eles, e a primeira missa celebrada em território brasileiro.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

21 de abril - Dia de tiradentes

O Dia de Tiradentes é comemorado em 21 de abril, e é considerado um feriado nacional no Brasil. Esta data homenageia a figura do herói nacional Joaquim José da Silva Xavier, popularmente conhecido por “Tiradentes” (referência ao seu ofício de dentista). Tiradentes é considerado um dos bravos brasileiros que lutou pelo desejo de independência do Brasil das explorações e domínio dos portugueses.
História de Tiradentes
Quem foi Tiradentes?
Tiradentes foi um dentista, comerciante, minerador, militar e ativista político brasileiro, e atuava na época do Brasil Colonial nas capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Tiradentes ficou conhecido como herói nacional e um mártir da Inconfidência Mineira, e a data em que ele foi executado, 21 de abril, se transformou em feriado nacional em sua homenagem. Tiradentes é considerado um grande líder por ter lutado por seu povo e seus ideais, apesar de ser o mais humilde de todos os membros do movimento, Tiradentes foi o que assumiu maiores responsabilidades.
Como morreu Tiradentes?
Tiradentes foi enforcado e posteriormente esquartejado, no Rio de Janeiro, em 21 de abril de 1792. Partes de seu corpo foram expostos nos principais centros urbanos do Rio de Janeiro e Minas Gerais. A sua casa foi queimada e todos os seus bens confiscados.
Origem do Feriado de Tiradentes

No ano de 1789, uma parte da população de Minas Gerais fez uma tentativa de revolta separatista contra o domínio dos Portugueses no Brasil. Tiradentes foi o maior ativista desse movimento e o único condenado à morte por enforcamento. Por este motivo, as suas ações são reconhecidas como atos heroicos que lhe garantiram o status de importante figura histórica brasileira. O nome de Tiradentes está escrito no Panteão da Pátria e da Liberdade Brasileiro (conhecido como o “Livro dos Heróis da Pátria”) desde 21 de abril de 1992.

quarta-feira, 20 de abril de 2016

Grupo de mulheres do PAIF

Foi realizado nessa terça-feira, 19 de abril, mais um encontro com o grupo de mulheres do PAIF, onde os técnicos do CRAS levaram como proposta a dinâmica “Bingo de Valores”, que tinha como objetivo fazer com que a mulheres discutissem os valores morais.  
Na oportunidade, as mulheres escreveram valores diversos e foi feita um momento de reflexão dos valores da vida que elas apresentaram. Quando a pessoa carrega valores internos, é capaz de empreender atividades que busquem se aproximar de seus sonhos. Avaliar as novas situações, respeitando as mudanças e resultados que surjam, diferentemente do que antevia..

O fechamento do encontro foi com as mulheres dando a sua opinião dos valores que temos e dos que queremos, mas que ainda não temos.  


Grupo de crianças “Jardim do futuro” - SCFV

A Secretaria Municipal do trabalho, Habitação, Meio Ambiente e Assistência Social – SEMTHAS de Viçosa-RN, realizou no dia 19 de abril, mais um encontro com o grupo “Jardim do futuro” formado por crianças de até 06 anos. Foram desenvolvidas atividades relacionadas ao dia nacional do livro infantil, como também ao dia do índio, objetivando explorar e conscientizar as crianças sobre a importância da leitura, através de um vídeo com a história do livro encantado. Em seguida foi discutido os valores, boas maneiras e a família, baseado no primeiro livro construído para as crianças do grupo jardim do futuro atendidos pelo SCFV. Na sequencia, foi apresentado o vídeo “os ensinamentos dos índios”, mostrando a solidariedade, amizade e respeito uns com os outros. Os técnicos e as crianças cantaram a musica “os indiozinhos”. A brincadeira lúdica é de suma importância no desenvolvimento social e intelectual da criança.



terça-feira, 19 de abril de 2016

Dia do Índio na CEIEP

Foi realizada hoje, 19 de abril, no Centro de Educação Infantil Eulina Pinto a comemoração pelo dia do Índio. O momento foi marcado por muita emoção e encantamento de todos os visitantes que foram até a CEIEP para ver as atividades realizadas pelas crianças e professores daquela instituição.
Os pequenos se vestiram com vestimentas típicas de tribos indígenas e mostraram o seu amor pelos primeiros habitantes do Brasil, podendo também dar destaque aqui o cenário montado pelos profissionais com cabanas, canoa e utensílios de costumes indígenas.
Comemorar o dia do Índio é um ato de valorização da cultura nativa brasileira. É preciso lembrar que hoje, nós todos, carregamos em nossas veias e em nossa cultura, traços indígenas. Por isso, as crianças da Educação Infantil do CEIEP, resgataram a maneira como esses nativos viviam.
Um dos objetivos do evento foi mostrar como os índios amavam e respeitavam a natureza. Eles tinham consciência da importância do meio ambiente para garantir a vida! Viviam em harmonia com a terra e retiravam dela tudo o que precisavam, porém sem agredi-la. Eis a grande lição ensinada pelos índios: Viver em harmonia com o meio ambiente!
Para coroar a manha foi servido para todos os pequenos, Mungunzá ou Muncuzá e carne de sol, comida tipicamente nordestina feita a base de milho e leite, ingredientes que eram parte da dieta dos índios.

A gestora da SEMTHAS e Articuladora do Selo UNICEF, Dalva Vieira, esteve presente no evento e ressaltou que essas ações são muito importantes para o resgate e preservação da cultura do Brasil. 














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...