Leitura de jornal contribui para o aprendizado em escola goiana

O desenvolvimento de competências e habilidades em língua portuguesa, matemática e outras disciplinas a partir da leitura de um periódico foi a opção do Colégio Estadual Parque dos Buritis, em Goiânia, no Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI). O projeto Jornal no Mural contribuiu para o aperfeiçoamento da leitura, interpretação e produção de textos. Também permitiu aos estudantes conhecer diversas formas de linguagem e aprimorar o vocabulário.
“O jornal local de maior circulação em nosso estado é afixado nas paredes das salas de aula diariamente”, diz a professora Aline Souza de Camargo, coordenadora do Programa Ensino Médio Inovador – Projeto Jovem do Futuro (PJF). “Assim, os alunos têm acesso a ele nos períodos de intervalo ou quando um professor propõe seu uso na sala de aula”, explica.
Professora de química e ciências da rede pública de Goiás há dez anos, Aline tem licenciatura em química e mestrado em ensino de ciências na área de química. Ela exerce também as funções de coordenadora pedagógica e de orientadora do Pacto para o Fortalecimento do Ensino Médio.
Afixado em paredes da escola, o jornal ajuda os estudantes a conhecer diversas formas de linguagem e a aprimorar o vocabulário (foto: arquivo do CE Parque dos Buritis)Professores de todas as disciplinas adotam a leitura do jornal, cada um de acordo com o contexto do conteúdo curricular. Professora de língua portuguesa, Maria de Lourdes da Silva, aproveita para orientar os estudantes a ler manchetes e notícias de maneira crítica. Para ela, a leitura de um jornal contribui para a ampliação do vocabulário dos estudantes. Com graduação em letras, Maria de Lourdes está no magistério há 22 anos.
Debate — A professora de história e de sociologia Divina Maria de Souza procura, no jornal, notícias de interesse dos jovens ou assuntos de repercussão local, nacional ou internacional. Depois, em sala de aula, promove debates a fim de desenvolver opiniões e argumentações. “Em seguida, procuro incentivar os alunos a produzir e expor textos nos murais da escola”, revela.
De acordo com Divina, o projeto resulta em benefícios. “Estimulando a leitura, temos jovens conscientes e capazes de se tornarem sujeitos de sua história e de seu aprendizado, de desenvolver a capacidade de se expressar oralmente, de conhecer direitos e deveres, de exigir mais dos órgãos competentes nos grupos sociais em que estão inseridos”, ressalta. Outra contribuição valiosa, segundo a professora, tem sido o desenvolvimento da escrita. “A cada debate de um tema gerador segue-se uma produção textual”, diz. “Observamos não apenas a ortografia, mas também a capacidade criativa do aluno ao dissertar sobre diversos assuntos.”
Divina tem observado uma boa aceitação dos alunos. “Saímos da rotina e trazemos para a sala algo inovador, que é a leitura dos assuntos do cotidiano, de interesse deles mesmos”, salienta. Ela reconhece que nem sempre os estudantes entendem esses mesmos temas quando apresentados pelos telejornais. Então, ela complementa as informações com dados do contexto histórico. “É muito mais interessante do que uma aula expositiva”, justifica. Há 26 anos no magistério, Divina tem licenciatura em história e pós-graduação em história regional, local e nacional e em métodos e técnicas de educação superior.
O Colégio Parque dos Buritis deu início às atividades do ensino médio inovador em 2012. Além do projeto Jornal no Mural, o diretor da unidade, Roberto Bernardes da Silva, cita a realização de projetos de monitoria, acompanhamento de alunos com dificuldades de aprendizagem, futsal e passeios educativos a cidades históricas. “Toda atividade que leva a instituição a sair da rotina é bem vista pela comunidade escolar”, afirma. “Por meio dessas ações, despertamos a cidadania, trabalhamos a socialização e fortalecemos o processo ensino-aprendizagem.”
Com graduação em filosofia e pós-graduação em educação ambiental, Roberto Silva atua no magistério há 22 anos.
Fátima Schenini

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DALVA VIEIRA ASSUME NOVAMENTE A PASTA DO TRABALHO, HABITAÇÃO, MEIO AMBIENTE E ASSISTÊNCIA SOCIAL DE VIÇOSA

Mensagem de pesar pelo falecimento da Sra.Teresinha Martins Silvério

PARABÉNS DANILO MAX