Mensagem do Presidente da Comissão Pró-Selo


Caros amigos e amigas,

Para mim foi um dia difícil hoje, cheio de ansiedade e expectativa. Passei o dia revendo o blog, revisitando memórias e buscando dentro de mim um pouco do gosto do cotidiano que deixei aí, em Viçosa. Terra doce, de pessoas hospitaleiras. Terra de abraços, sorrisos, chegadas e despedidas.

Revi os trabalhos realizados, os sonhos, as metas, algumas decepções e alguns mistérios. Revi o olhar e o sorriso de cada criança e adolescente do PETI e do Projovem Adolescente com quem tive contato, e mais ainda, o abraço caloroso de todos os pequenos da CEMEP. Revi, principalmente, o comprometimento de muitos pela excelência nos serviços prestados, na idealização e execução dos projetos, no registro e manutenção dos sistemas e a ansiedade (sempre) presente nos eventos concretos que realizamos juntos.

Meu coração saltou de alegria quando li Viçosa dentre os ganhadores. E não, não poderia ser diferente. Dedicamo-nos, suamos, soamos, fizemos valer melhorias na condição de vida de crianças e adolescentes, de famílias inteiras. Não fomos perfeitos, porque enfim, a perfeição não existe dentro do ‘fazer’ humano, mas fomos totais. Demos, dentro e fora de nós, tudo que poderíamos ter dado.

Muitos podem não compreender o valor de nosso trabalho, muitos podem nem mesmo reconhecer a efetividade de nossas ações, mas diferente destes, que infelizmente são muitos, nós – os poucos acreditamos, e perseveramos em acreditar e em transformar adversidade em realidade concreta, sonhos, em qualidade de vida.
A todos que estiveram (in)diretamente ligados a este ‘fazer’, parabéns. O re.conhecimento chega, no momento e sentido certo.

Wilsius Norte
Presidente da Comissão Pró-Selo UNICEF de Viçosa-RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

DALVA VIEIRA ASSUME NOVAMENTE A PASTA DO TRABALHO, HABITAÇÃO, MEIO AMBIENTE E ASSISTÊNCIA SOCIAL DE VIÇOSA

Mensagem de pesar pelo falecimento da Sra.Teresinha Martins Silvério

Viçosa comemora pela segunda vez o reconhecimento do Selo UNICEF.